5 formas de usar o celular no exterior gastando pouco (ou nada)

Como usar o celular no exterior

O uso do celular está entre as muitas preocupações que nós temos quando vamos viajar para o exterior. Quando estamos no nosso país, ele é praticamente uma extensão do nosso corpo; mas e na hora de deixar o conforto da nossa terrinha? Temos que deixar de usá-lo? Conheça algumas das opções que você tem para usar o celular no exterior e não deixar de manter contato com as pessoas queridas.

Minha primeira dica é: desative os dados móveis do seu aparelho e deixe-o em modo avião. Garanto que utilizar o roaming internacional da sua operadora é uma das piores opções que você pode escolher: as taxas para cada ligação (efetuada e também recebida) são muito altas, e cada dia de conexão com a internet custa bem caro também. Em uma viagem de uma semana, você vai gastar muito com algo que poderia ter saído de graça ou custado bem menos.

5. WiFi

Como usar o celular no exterior sem gastar muito

Flickr / Creative Commons – CC BY 2.0 / Alan Levine

A primeira alternativa é depender apenas do WiFi. Muito provavelmente o hotel, hostel ou casa que você ficar vai ter uma rede de WiFi disponível de graça. O uso do celular vai ficar restrito, mas você não gasta nada e aproveita bastante a sua viagem, já que não vai ter mensagens do Whatsapp o tempo todo para tirar sua atenção do que realmente importa. Uma vez no WiFi, você pode usar o Skype, Viber ou mesmo o Whatsapp para fazer ligações, além de todos os aplicativos que você usa normalmente para trocar mensagens instantâneas com amigos e família

Uma vez conectado à internet, uma opção é usar o serviço de chamadas para telefones fixos ou móveis do Skype. Você pode comprar créditos pelo sistema pré-pago ou comprar uma assinatura de chamada. O preço da chamada varia de acordo com o país de destino.

4. Dados Offline

Como usar o celular no exterior de forma barata

Nesse caso não falo de ligações especificamente, mas de aplicativos de geolocalização. Se você estiver em uma cidade nova e não souber como chegar ao seu destino, ter um aplicativo como Google Maps pode ser útil. Mas como fazer isso sem internet? Simples, você só precisa se planejar antes e baixar os dados da cidade que vai visitar enquanto estiver conectado a uma rede WiFi. Os usuários dos sistemas Android e iOS podem baixar o mapa da região que desejam para navegar sem depender do sinal 3G ou 4G, basta procurar a cidade que você quer e quando o app encontrar o lugar, toque na barra inferior com o nome do lugar que você pesquisou. Clique em “Download” e o mapa estará disponível para ser usado sem conexão à internet! Se preferir, há outras opções de aplicativos que funcionam offline, como o HERE Beta e Maps.me.

3. Nextel

Usar a internet é sempre uma boa opção, mas caso você realmente não consiga ficar sem fazer ligações, os aparelhos da Nextel são uma boa solução. Se você viaja para a Argentina, Chile ou México, você pode se comunicar via rádio com outros aparelhos de forma ilimitada pela pechincha de R$2,50 por dia ou R$14,90 por mês. Os aparelhos podem ser usados como celulares, mas esse valor só vale para conversas no estilo walkie-talkie, nas quais ou você fala, ou ouve a outra pessoa.

2. Comprar um chip local

Como usar o celular no exterior gastando pouco

Se seu celular for desbloqueado, uma boa opção é comprar um chip de alguma operadora local do país que você estiver. Os valores e planos variam de país para país, mas com certeza vale mais a pena comprar um chip local do que gastar uma fortuna com o roaming. Se você usa muito o Whatsapp, você pode inclusive manter seu número brasileiro enquanto estiver usando o chip internacional, assim não vai ter o trabalho de pedir para todos os seus contatos atualizarem seu número.

Com os pacotes de internet oferecidos pelas operadoras, você pode postar suas fotos em tempo real, sem ter que esperar voltar pro hotel/hostel para usar o WiFi. Nos Estados Unidos, por exemplo, é possível fechar um plano mensal por cerca de US$30 dólares no qual você tem 4G ilimitado, minutos para fazer ligações locais e SMS incluído. Se quiser chegar no seu destino já sabendo em qual operadora você vai comprar o chip, pode dar uma olhada no site Pre Paid GSM, que traz uma lista dos países e as operadoras de cada um. Outra opção é o MaxRoam, um chip que você compra que é válido para o mundo todo. Não há roaming e os valores são baseados nas tarifas do país de destino.

1. Project Fi

Uma opção nova e muito boa é a linha oferecida pelo Google. Por enquanto o Project Fi ainda não pode ser usado em todos os países, mas para quem viaja para os Estados Unidos, vale a pena. O Project Fi pretende substituir as operadoras tradicionais de celular. É preciso ter um Nexus 5X, 6 ou 6P, comprar o chip do Project Fi e baixar o aplicativo Fi. Você paga US$20 para ter ligações ilimitadas para o país e SMS ilimitados para o mundo todo ou US$10 por GB de dados. A partir daí, o celular ficará mudando de redes celulares e WiFi constantemente para que você fique sempre conectado com a melhor rede disponível. Nos EUA, o serviço alterna entre as operadoras T-Mobile e Sprint. O serviço funciona em 120 países diferentes; no exterior, as ligações custam 20 centavos (de dólar) por minuto.

E você? Como costuma usar o celular nas viagens para o exterior? Deixe seu comentário!

Escrito por , jornalista e tradutora que ama conhecer novas culturas e viajar, seja com os livros ou com a mochila nas costas. É criadora de Conteúdo no WePlann.

2 thoughts on “5 formas de usar o celular no exterior gastando pouco (ou nada)

  1. 13/05/2017 at 10:34

    Acho que a melhor opção é comprar um chip local no exterior, ou então nem utilizar o telefone, já que podemos usar o Whatsapp, Telegram e Skype nos wi-fi

    1. 19/05/2017 at 10:39

      Oi, Antonio!

      É verdade, é o que eu geralmente faço. 🙂 Dependendo da duração da estadia, às vezes vale a pena comprar um chip, ás vezes é melhor só usar o wi-fi mesmo.

      Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *