9 formas de recordar viagens sem ocupar espaço na mala

Quando viajamos, temos vontade de comprar coisas diferentes que não encontramos em nossa cidade, não é mesmo? É normal querermos trazer algo para lembrar da experiência, seja para decorar a casa ou simplesmente para saborear na volta (hmmm!). Contudo, isso pode ser um problema. A falta de espaço na bagagem nos impossibilita, muitas vezes, de trazer aquela manta peruana bordada a mão, um artesanato da Amazônia ou até mesmo uma caixa de doces típicos do Líbano. Para que você possa recordar a sua viagem sem se preocupar com peso e volume na mala, listei algumas maneiras para registrar viagens que podem te inspirar.

1- Fotografias

(Foto: arquivo pessoal)

(Foto: arquivo pessoal)

Parece óbvio, mas hoje em dia tiramos muitas fotos e não revelamos. Já pensou em revelar as suas fotografias preferidas e espalhar pela sua casa? Essa é uma forma prática e nostálgica de registrar sua experiência e não ocupa espaço extra na volta. Afinal, quase todo mundo leva algum tipo de câmera ao viajar (seja do celular, digital, analógica, etc) e o espaço já está garantido na ida!

2- Postais

(Foto: Lígia Leite)

(Foto: Lígia Leite)

São fininhos, então não ocupam espaço na mala. Além disso, podem conter paisagens ou mensagens significativas. Toda vez que você quiser relembrar algum lugar que passou ou alguma memória, pode contemplar os seus postais. Há quem guarde na gaveta e quem use para decorar. A finalidade fica por sua conta, a intenção é se sentir conectado à viagem depois de muito tempo!

3- Scrapbook

(Foto: Lígia Leite)

(Foto: Lígia Leite)

Sabe aqueles restinhos de passagens, bilhetes de ônibus, entradas de museus e tickets de passeios que você não jogou fora? Guarde todos esses resquícios da sua viagem – que não ocupam espaço – para decorar o seu scrapbook (álbum de viagem que traz mais do que fotos!). Ali, você pode fazer colagens e anotações para lembrar por todos os lugares que passou. É muito gostoso abrir um scrapbook anos depois, vai por mim!

4- Bandeirinhas

(Foto: Flickr | CC BY 2.0 | katesheets)

(Foto: Flickr | CC BY 2.0 | katesheets)

Essa dica vale mais para quem tem um mochilão, mas não exclui quem viaja com mala! Para cada lugar que você passar, compre um patch – que é nada menos do que um pedaço de pano para remendar. O pano, no caso, seria uma bandeirinha de cada país. Perceba que, geralmente, mochileiros contam com diversas bandeiras em sua bagagem. É emocionante de ver e não ocupa espaço algum!

5- Bijuteria

(Foto: arquivo pessoal)

(Foto: arquivo pessoal)

Colares, pulseiras, brincos, pingentes, anéis… Qualquer bijuteria pequenina pode ser uma lembrança marcante de viagem. Pessoalmente, eu sempre trago alguma biju porque é algo que uso no meu cotidiano. Além de ser útil, traz um significado, uma história e, provavelmente, um design diferente do que encontraria onde moro.

6- Coleções de coisinhas

(Foto: arquivo pessoal)

(Foto: arquivo pessoal)

Já reparou que as pessoas costumam comprar coisas da mesma categoria a cada viagem que fazem? Pois bem. É assim que se começa uma coleção! Para viajantes, recomendo que escolham categorias de coisas pequeninas, como caixinhas ou copinhos. Assim, você aumenta sua coleção sem perder espaço na mala!

7- Ideias mirabolantes

(Foto: Lígia Leite)

(Foto: Lígia Leite)

Claro que há coisas que não se compram e que podem ser muito significativas. Você pode trazer, por exemplo, uma folha de árvore de Nova York. Pode também trazer um potinho com areia do deserto. Pode pegar uma conchinha de uma praia caribenha ou ou até guardar moedas locais. Claro, sem prejudicar o ambiente ao seu redor, né? Ao voltar, plastifique a folha seca e faça um marcador de livro, coloque o potinho ou a concha na sua bancada, faça um quadro com as moedas. Deixe a criatividade falar alto!

8- Diário ou blog de viagem

Outra forma maravilhosa de recordar viagens é manter um diário ou blog e viagem. O diário, assim como a câmera, vai na ida e não ocupa espaço extra na volta. Ali, você poderá anotar todo o seu trajeto ao longo da viagem. É muito gostoso retomar essas memórias – ainda mais quando são escritas a mão! Se você preferir digitar e também compartilhar suas experiências com outros, você pode fazer um blog de viagem. Uma referência de blog no Brasil é o 360meridianos. Mantido por Luíza, Natália e Rafael, o blog surgiu em 2011 para registrar uma volta ao mundo. Desde 2014, o blog é o principal trabalho dos três jovens. Ali, eles contam suas aventuras com um nível de detalhamento que vale mais do que mil e uma lembrancinhas!

9- Vídeos

Por fim, essa dica é para quem curte filmar! Novamente, como a câmera vai na ida, não ocupará espaço a mais na volta! E mais. Você pode filmar a sua viagem e fazer vídeos super legais como este. Ficou com vontade? É um investimento que pode valer muito a pena!

O que mais pode ser uma maneira de recordar viagens sem ocupar espaço na mala? Compartilhe!

Escrito por . Cidadã do universo, jornalista e escritora, que ama qualquer tipo de viagem e comida. É criadora de Conteúdo no WePlann.

2 thoughts on “9 formas de recordar viagens sem ocupar espaço na mala

  1. 21/03/2016 at 08:39

    Obrigada por nos citar Gabriela.

    Sabe o que eu guardo normalmente? Mapas. Tenho uma gaveta só com mapas (aqueles gratuitos mesmo) que pego em toda cidade que visito.

    Aliás, depois eles me ajudam muito quando vou escrever os posts sobre os lugares, algum tempo depois.

    bjs

    1. 21/03/2016 at 10:11

      Obrigada pela ótima dica, Luíza! Mapas são formas super bacanas de registrar viagens mesmo! 🙂

      Volte sempre,

      bjs

      Isa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *