Vale a pena conhecer Lima, no Peru?

(Flickr | CC BY-NC-ND 2.0 | David Almeida)

Há quem diga que Lima é sem graça, poluída e perigosa. Mas se você observá-la de perto… perceberá que é um destino super cultural, além de ser referência no mundo gastronômico e da moda. Pois é. Certamente, a capital do Peru é um lugar que merece mais crédito e deveria tomar pelo menos 1 dia do seu roteiro. Acredite, o país vai além de Machu Picchu – não me leve a mal, a cidade perdida também é um must se você for para lá. Agora, voltando à Lima, recomendo que reserve 3 dias inteiros para conhecer seus principais segredos, encantos e peculiaridades, começando por ser um local onde o céu é sempre acinzentado, embora não vá chover. Descubra mais:

1. Museo Oro del Perú

Vou começar com o Museu do Ouro, que apesar de antigo e um pouco descuidado, me deixou de boca aberta. Ao visitar esse museu, me dei conta do pouco que sabia sobre a história secular do Peru: portanto, foi uma excelente escolha começar minha visita por aqui. Através de peças do cotidiano, de artesanatos e adornos, você percorrerá por anos de cultura, técnica e tradição dos povos que habitavam a região. Diferente do que se imagina, o ouro não era um elemento de riqueza e nem cumpria uma função de troca.

Endereço: Jirón Alonso de Molina 1100

Horário: todos os dias, das 10h30 às 18h30

Preço: 33 soles (adultos) e 16 soles (crianças de até 11 anos)

2. Mercado Inka

Esse mercado é como a 25 de Março, em São Paulo, ou o Saara, no Rio de Janeiro. Repleto de mercadorias ao estilo inca, vai ser difícil você sair sem comprar uma lembrancinha. Lá você encontra de tudo: chaveiro de lhama, artesanatos, mantas coloridas, casaco de lã de alpaca e muito mais! Por ser um mercado com artigos bastante turísticos e frequentado por turistas, é melhor se informar sobre os preços com um morador local. Assim, quando chegar ao local, poderá negociar tranquilamente.

Endereço: Av. Petit Thouars 5330, Miraflores

3. Parque Kennedy, La Lucha e La Emolienteria

O Parque Central de Miraflores, conhecido como Parque Kennedy, é uma simpática praça com jardins floridos. Curiosamente, abriga muito gatos de rua – que são cuidados pelos locais. Se você prestar atenção verá mais de dez gatinhos descansando no gramado. Nessa região, você encontra casa de câmbio, lojinhas, bares e restaurantes. Por isso, se quiser passear pelos seus arredores, vá à tradicional lanchonete La Lucha e peça o sandwich de pavo (sanduíche de peru) e as papas fritas rústicas (uma variedade de batatas fritas, bem diferente da batata inglesa que conhecemos). Para completar, tome um drink na La Emolienteria – um bar que produz ‘emolientes’ (uma espécie de água com ervas) para fazer drinks deliciosos.

La Emolienteria: Diagonal 598, Miraflores

La Lucha: Pje Champagnat, Miraflores

4. De Miraflores a Barranco

Faça essa caminhada e você entenderá o por que dos nomes dados aos bairros de Miraflores e Barranco. O primeiro, região cara da cidade, é repleto de flores. O segundo, logo ao lado, fica sob um barranco e conta com diversas casinhas coloridas e super charmosas. Ambos são lindos e contornam o mar, por isso vale a pena caminhar de uma ponta a outra apreciando o barulho das ondas e o cheiro de maresia. Nesse trajeto, você pode aproveitar e fazer uma parada no shopping Larcomar e passear pela lojas e pelo super mercado, sem deixar de curtir a arquitetura desse local, que fica a beira mar!

(Wikimedia Commons | CC BY-SA 3.0 | Ledelboy Luis Delboy)

(Wikimedia Commons | CC BY-SA 3.0 | Ledelboy Luis Delboy)

Em seguida, faça também uma parada para almoçar no restaurante Rústica Costa Verde. É uma ótima oportunidade para provar um pouco de cada prato típico da região sem gastar muito e à vontade. Em 2014, paguei aproximadamente 60 soles e provei: ceviche mixto, lomo saltado, ají de gallina, papas rellenas, palta al pollo, tamales e ceviche tradicional.

Larcomar: Malecón de la Reserva 610, Miraflores

Rústica Costa Verde: 1506 Circuito de Playas, Miraflores

5. MATE – Mario Testino Museo

(Wikimedia Commons | CC BY-SA 4.0 | Mario Testino)

(Wikimedia Commons | CC BY-SA 4.0 | Mario Testino)

O MATE é o centro do incrível fotógrafo de moda peruano Mario Testino, que busca promover e valorizar a arte peruana. Além disso, abriga uma pequena galeria de fotografias do artista. Localizado em Barrancos, em uma mansão branca do século 19, o museu guarda algumas de suas principais obras: fotografias de Lady Di, Gisele Bündchen e Kate Moss.

Endereço: Av. Pedro de Osma 409, Barranco

Horário: terça-feira a domingo, das 10h às 19h

Preço: 10 soles

6. Parque de la Reserva

Vá ao Parque de la Reserva à noite para assistir ao lindo espetáculo de água, luzes e projeções em alguma das fontes que abriga. Além dos espetáculos, fique atento: algumas fontes são interativas, ou seja, você pode atravessá-las e brincar com a água. Por isso, também vale a pena chegar mais cedo para se divertir!

Horário: terça-feira a domingo, das 15h às 22h30

Preço: 4 soles

7. Museo y Catacumbas de Lima

Talvez você já tenha ouvido falar do Convento de San Francisco como “as criptas ou catacumbas de San Francisco”. O passeio é super famoso em Lima e faço questão de ressaltar que a importância da visita guiada para conhecer a história da colonização espanhola e também da inquisição. É realmente impressionante observar a arquitetura do local e as suas influências mouras, assim como a quantidade de ouro investida na construção.

Endereço: Jirón Lampa, Distrito de Lima

Horário: todos os dias, das 9h às 20h15

Preço: 10 soles (adultos), 5 soles (estudantes) e 1 sole (crianças)

8. MALI – Museo de Arte de Lima

MALI abriga uma coleção de arte peruana que remonta 3 mil anos de história, desde o início da civilização andina até tempos atuais. Localizado em um lindo palácio no centro histórico de Lima, vale a visita. Recomendo também que acompanhe a agenda cultural do local, pois é comum realizarem palestras e debates.

Endereço: Paseo Colón 125

Horário: terça-feira a domingo, das 10h às 19h. Sábados somente até às 17h.

Preço: 30 soles (adultos) e 15 soles (estudantes)

9. Museu Arqueológico Rafael Larco Herrera

weplann_blog_pt_18out_larco

O museu preserva diversas obras de arte pré-colombianas e peças arqueológicas peruanas que celebram a cultura do país e os conhecimentos seculares de diferentes povos e regiões. Aqui você verá obras impressionantes em cerâmica, madeira e pedra que remontam mais de 5 mil anos de história. Você também poderá conhecer tecidos com mais de 2500 anos, peças em ouro e joias. É uma oportunidade única!

Endereço: Av. Bolivar 1515, Pueblo Libre

Horário: segunda-feira a domingo, das 9h às 22h

Preço: 30 soles (adultos) e 15 soles (estudantes)

10. Restaurantes

Lima tornou-se um pólo gastronômico procurado por pessoas do mundo inteiro. Este ano, três restaurantes da cidade foram escolhidos para lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, pelo 50 Best Restaurants. São eles: Central (4˚ lugar), Maido (13˚ lugar) e Astrid y Gastón (30˚ lugar). Portanto, não perca essa oportunidade quando for à cidade. Experimente a gastronomia premiada de pelo menos um desses lugares. Será inesquecível!

O que mais é imperdível em Lima? Compartilhe conosco!

Escrito por . Cidadã do universo, jornalista e escritora, que ama qualquer tipo de viagem e comida. É criadora de Conteúdo no WePlann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *