4 dicas para melhorar seu Call to Action

Imagem de capa para o post Dicas para melhorar seu Call to Action. Pessoa usando um tablet na praia.

Call to Actions – ou, em bom português, chamadas para ação – são fundamentais para qualquer site ou blog. Por quê? Bem, um bom CTA vai fazer seu leitor navegar mais e mais pelo seu conteúdo, passar mais tempo em seu site e clicar nos links que você recomenda. É por isso que tem esse nome: o call to action é uma frase que chama a atenção, que cativa, e que te faz ter vontade de sair clicando para saber mais.

Já falamos como é importante implementar links nos seus posts, mas não falamos com profundidade sobre o que é necessário para fazer seu leitor ficar com aquela coceirinha para continuar clicando nos links que você recomenda, sejam internos ou externos. Pois chegou a hora!

Confira a seguir o que é necessário para fazer um bom CTA que cative seu leitor.

  1. Formato do CTA

Gif animado de uma mão clicando em um mouse.

O tão sonhado clique!

Fazer um bom CTA não é só escrever “clique aqui” no meio do texto e colocar um link.

Pra começar a chamar a atenção do seu leitor, é bom que seu CTA se destaque: um botão, um banner, uma frase destacada com cores ou formatos diferentes são o primeiro passo para capturar os olhos do leitor!

Este post da Resultados Digitais dá uma dica bem legal para você testar se o seu CTA funciona: chame alguém para dar uma olhada em uma página de seu site e, depois de 5 segundos, minimize a tela. Pergunte: “qual é o próximo passo?”. Se ela não conseguir responder, é porque seu CTA não está bem destacado na página.

Aqui temos um exemplo bem claro de um de nossos Nômades Digitais, o Loving New York, de um bom CTA:

Print screen de uma página do site Loving New York, mostrando o conteúdo e os Call to Actions utilizados em botões vermelhos e bem destacados.

Veja como o CTA está bem visível na página: além dos botões em cores que se destacam do conteúdo, o Loving New York inclui ainda uma frase que ressalta as vantagens oferecidas pela WePlann.

Para aumentar as chances do seu leitor fazer a ação que você quer, pense em um formato bacana que se destaque do seu conteúdo!

  1. Frases de efeito sim!

Gif animado de um celular mostrando uma página e um botão bem destacado.

Não basta dizer “clique aqui” ou “saiba mais”. Dê um bom motivo para seu leitor querer clicar.

Ok, o formato é importante, mas não adianta colocar um CLIQUE AQUI rosa-choque em fonte 50 no meio do seu texto. Além da formatação bem destacada, o texto que você vai usar para atrair o leitor também deve ser bem pensado.

Você fica com vontade de clicar em um botão ou banner quando ele diz apenas “Saiba mais”, sem nenhuma outra informação? Dificilmente.

Num bom CTA, você diz em poucas palavras por que quer que seu leitor faça aquela ação e por que ela vai valer a pena.

Veja o caso da WePlann: nossos Nômades Digitais sempre ressaltam algo muito importante que faz toda a diferença para os turistas brasileiros: a opção de pagar em Reais e parcelar as compras em 6x sem juros ou até 12x. Poucos sites de experiências de viagem oferecem isso, então citar essa característica em um CTA para nossos produtos aumenta muito as chances de você ganhar um clique e, eventualmente, uma conversão.

Você quer que seu leitor fale com você? Então seu CTA precisa de um texto que o faça querer responder.

Você quer que ele se cadastre em uma newsletter? Diga o que a newsletter tem de legal para oferecer a ele.

Você quer que ele compre um produto do seu afiliado? Diga por que aquela experiência é incrível e quais as vantagens de comprar com o link que você está indicando.

Você precisa despertar o interesse do seu leitor rapidamente para que ele dê o tão sonhado clique.

  1. Onde colocar um CTA?

Gif de um gato olhando para várias direções.

Uma boa dica é colocar CTAs em diferentes lugares da página e testar qual se sai melhor.

Contexto é tudo quando se trata de CTA. Se você escreveu um texto falando sobre sua viagem a Londres, não cabe aqui colocar um Call to Action para atividades de… Nova York.

Então utilize CTAs de acordo com o conteúdo do seu post. Lembra que falamos sobre como identificar posts relevantes para os produtos da WePlann? É isso: se você falou sobre seu passeio pelos museus de Nova York, você pode fazer um CTA nesse post para atividades relacionadas a esse passeio.

CTAs que não se relacionam diretamente como conteúdo que você está entregando acabam virando um “extra”, ficam sobrando no meio do post e você terá poucas chances de ganhar cliques.

Agora, se o seu leitor está procurando saber como são os museus de Nova York, se encantou pelo seu conteúdo e quer saber mais sobre como comprar ingressos, esse é o momento ideal para você fazer um CTA que o guie para mais informações.

Veja o exemplo do site Visite Nova York: claramente o post fala sobre ingressos para ver Frozen na Broadway. E uma das primeiras informações que ele disponibiliza é um CTA com link para os ingressos.

Printscreen do site Visite Nova York, com conteúdo relacionado ao musical Frozen e Call to Action destacado na página.

Você nem precisa fazer um botão todo diferentão: um texto centralizado, em cores diferentes, já capta a atenção e se destaca.

  1. Não fique só no blog

Gif animado de uma estação de trabalho, com computadores e livro, e pessoa trabalhando.

Call to Actions devem ser usados em seus posts no blog, nas suas redes sociais, nos seus vídeos…

CTAs não estão restritos só ao seu conteúdo escrito – ou melhor, apenas ao seu blog.

Você pode usar CTAs em seus vídeos, posts no Facebook, Twitter, Instagram, nas suas newsletters, e-books…

Veja, por exemplo, os youtubers: em todos os vídeos eles pedem que você curta o vídeo e se inscreva no canal. Isso já é um CTA! E provavelmente você vai se sentir tentado a fazer isso se o youtuber der bons motivos para que você realize essa ação e se você gostar de seu conteúdo.

Olha só como o canal Viver de Blog faz: nos minutos finais ele recomenda que você se inscreva no canal e deixe seu “joinha” no vídeo, e ainda coloca banners e links para facilitar a sua inscrição e recomenda outro conteúdo para assistir em seguida. É assim que se faz!

Aliás, recomendamos ver o vídeo todo!

O mesmo acontece no Instagram. Vivemos sendo incentivados a clicar no link da bio ou, no caso dos Stories, arrastar para saber mais. São pedidos que exigem uma ação do leitor, então eles devem ser bem cativantes para que façamos isso. 😉


Essas são as nossas quatro dicas básicas para você implementar bons Call to Actions no seu conteúdo. Você só terá certeza de que seu CTA gera resultados analisando e testando. Então faça diferentes tipos de CTA para testes A/B, coloque-os em diferentes lugares do seu blog e veja no Google Analytics quais deles geraram mais cliques. Acompanhe se sua audiência tende a clicar mais em banners, botões ou links, e, mais importante do que tudo isso: pense sempre em um conteúdo de qualidade. Esse será sempre o seu grande diferencial! 😀

One thought on “4 dicas para melhorar seu Call to Action

  1. 14/08/2018 at 13:27

    Call to actions são definitivamente muito importantes. Tento utilizar em meus posts sempre que possível!

    Obrigada pela dica, Taize!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *