A Las Vegas dos filmes

Conheça a história por trás dos filmes gravados em Las Vegas.

No imaginário popular, Las Vegas é uma cidade que evoca as mais diversas imagens: excelentes musicais, cassinos e seus croupiers, luxuosos hotéis, shows de striptease e luzes de neon. Uma mistura de vício, decadência, poder, luxo e entretenimento. Pecado em estado puro. Muito dessa imagem de “cidade do pecado” vem do cinema. Há anos, o charme Las de Vegas conquistou Hollywood e, desde então, a dupla vive uma longa história de sucesso.

Quem não se lembra das imponentes fontes que aparecem em Ocean’s Eleven (2001)? São as fontes do Hotel Bellagio, onde o Cirque du Soleil apresenta um dos seus mais importantes espetáculos, O. Já o universo sexual, com garotas de programa e casas de striptease ganharam vida em filmes como Leaving Las Vegas (1995), com Nicholas Cage. Os hotéis luxuosos e drinks borbulhantes são retratados em filmes como Diamonds Are Forever (1971), com Sean Connery como James Bond, ou no clássico Cassino (1995).  A noite de festas intermináveis tem sua raíz em Medo e Delírio (1998) e ganhou uma cara mais atual em Se Beber Não Case (2009). Os truques e artimanhas dos jogos vem de filmes como Rain Man (1988) e 21 (2008).

Mas não se deixe levar por estereótipos. O fascinante de Las Vegas é que existe uma cidade para cada tipo de pessoa: desde os incríveis shows do Cirque du Soleil a espetáculos de variedades, shows, aulas de striptease, zoológicos, cinemas, passeios de helicóptero e muito mais. Por isso toda essa variedade de estilos e atrações Las Vegas foi escolhida como cenário para mais de 55 filmes. Nada é em Las Vegas é tão óbvio como parece! Você vai se surpreender!

Escrito por , jornalista hiperativa, obsessiva musical e content no WePlann . Há um ano, vive um caso de amor (correspondido) com Barcelona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *