Nos bastidores da Broadway: o canto lírico em O Fantasma da Ópera

Raquel Suarez Groen, Carlotta Guidicelli em O Fantasma da Ópera, na Broadway

Raquel Suarez Groen, Carlotta Guidicelli em O Fantasma da Ópera

Um dos fatores que faz com que O Fantasma da Ópera seja um musical único nos palcos de Nova York é a música lírica. Raquel Suarez Groen, a atriz que interpreta Carlotta Guidicelli desde outubro de 2017, nos concedeu uma entrevista contando como é ser uma cantora de ópera nos palcos da Broadway. (Se quer conhecer mais sobre o musical, confira este post).

Quais são os desafios de cantar em um musical da Broadway?

RAQUEL: Já que nós cantamos em oito shows por semana, um desafio é evitar cair em uma rotina. Eu sempre tento fazer com que cada show seja novo, com ideias vibrantes para que nada seja previsível.

Como você cuida da sua voz?

RAQUEL: Eu amo fazer inalação (graças ao meu inalador Mabis), eu evito lugares barulhentos e bebo muito líquido. Eu também continuo vendo minha professora de voz, Joan Lader, a cada duas semanas para manter uma técnica forte e saudável.

Há restrições com relação ao que você come e bebe?

RAQUEL: Sim, eu pessoalmente evito laticínios, glúten, cafeína e álcool. Não é sempre fácil, especialmente porque eu sou obsecada com cheeseburgers de bacon (alguém mais ama o Five Guys?!)! 

Raquel Suarez Groen como Carlotta Guidicelli no musical O Fantasma da Ópera, em Nova York

Raquel Suarez Groen como Carlotta Guidicelli

Como você cuida da sua voz durante a semana?

RAQUEL: Eu tento me manter quieta durante o dia e faço bastante inalação. Sua voz é o seu instrumento, então você realmente precisa aprender a cuidar dela acima de qualquer outra coisa.

Qual é a sua rotina com relação à voz nos dias que você se apresenta?

RAQUEL: Em dia de performance, eu descanso o suficiente na noite anterior. Tomo um café da manhã balanceado e janto cedo, faço inalação e um aquecimento leve por volta das 16h (para um show que começa às 20h). Eu chego ao teatro por volta de 18h30, me alongo, faço inalação novamente e faço um aquecimento completo cerca de 45 minutos antes do início do espetáculo.

Qual foi sua experiência antes da Broadway?

RAQUEL: Essa é a minha estreia na Broadway! Quão sortuda sou eu? Eu fiz alguns shows off-Broadway, incluindo Figaro(90210)!, mas minha experiência principal tinha sido puramente com ópera.

Onde você estudou canto?

RAQUEL: Eu comecei a estudar voz aos 16 anos in Calgary, Canadá, na Mount Royal College, e então obtive meu diploma de mestrado em Música e Estudos Profissionais na Manhattan School of Music.

Como O Fantasma da Ópera é diferente de outros musicais dos quais você já participou?

RAQUEL: O primeiro dia em que eu cheguei no musical, eu me senti como uma criança em uma loja de doces! É uma produção incrível, não só pelas incrível trilha sonora, mas tudo é grandioso. O candelabro, orquestra, figurinos, incríveis cantores e maestros. Até mesmo quando você vê como tudo funciona abaixo do palco, é impressionante. Sendo uma cantora de ópera, eu já estive em produções “grandiosas” – mas de alguma forma, isso supera qualquer outra coisa. Além disso, o que me impressionou muito é que todos sabem exatamente o que estão fazendo. Se algo não dá certo, há 12 planos B já encaminhados!

Raquel Suarez Groen como Carlotta Guidicelli no musical O Fantasma da Ópera, em Nova York

Raquel Suarez Groen como Carlotta Guidicelli

Como foi a audição para o musical?

RAQUEL: Eu preciso dizer que minhas audições para O Fantasma sempre foram super positivas e divertidas! Eu participei de audições para o tour do Fantasma da Ópera duas vezes (2015 e 2016) e então para o show da Broadway no verão de 2017. Eu recebi papeis secundários (Prima Donna, Cadenza e o discurso “These things do happen”). Após minha primeira audição para a Broadway, eu recebi o callback final que foi assistido por Andrew Lloyd Webber, Cameron Macintosh, Hal Prince e David Caddick (pouca pressão, né?). Eu também tive a honra de fazer uma sessão de ensaio com Kristen Blodgette e Seth Sklar-Heyn – e então precisei esperar pelos resultados ansiosamente por um mês.

Como você decidiu fazer a audição para O Fantasma da Ópera?

RAQUEL: Carlotta Guidicelli sempre foi meu papel dos sonhos! Então não foi uma questão de decidir, mas uma questão de quando a equipe do musical estaria disposta a me ouvir!

Você se inspira em outros atores que vieram antes de você no musical?

RAQUEL: Sim, com certeza! Judy Kaye (a Carlotta original) é uma grande inspiração – e eu sempre tento me manter fiel à personagem Carlotta, como ela fez.

Como você se sente participando de um musical que está na Broadway há 30 anos?

RAQUEL: É uma honra e eu estou incrivelmente empolgada! Eu me sinto tão abençoada e ainda parece um sonho! Além disso, por Carlotta sempre ter sido meu papel dos sonhos, eu me sinto muito sortuda de participar e celebrar as apresentações tão incríveis e merecidas deste show! Um brinde para mais 30 anos pelo menos!!

Se está com viagem planejada a Nova York, não esqueça de reservar seus ingressos para O Fantasma da Ópera com antecedência! Só assim você garante os melhores assentos juntos e o pagamento na sua moeda e em parcelas no cartão de crédito.

Escrito por Natália Grandi, jornalista e tradutora que ama conhecer novas culturas e viajar, seja com os livros ou com a mochila nas costas. É criadora de Conteúdo no WePlann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *