Roteiro: uma semana em Lisboa

Torre de Belem (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Zé Valdi)

Vai viajar para a capital de Portugal e não sabe o que fazer por lá? Não se preocupe, temos um roteiro completíssimo de uma semana para que você possa aproveitar Lisboa ao seu máximo. (Confira também nossos roteiros de 1 dia e 3 dias)

Dia 1

Manhã

Torre de Belém (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Paulo Valdivieso)

Torre de Belém (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Paulo Valdivieso)

Tanto por fora quanto por dentro, a Torre de Belém vai te surpreender com vistas espetaculares de alguns dos lugares e monumentos mais icônicos de Lisboa. Essa é uma das paradas obrigatórias da cidade. No passado, foi a torre defensiva da entrada a Lisboa e hoje em dia é um dos seus símbolos.

Tarde

Monumento dos Descobrimentos (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Diana Passy)

Monumento dos Descobrimentos (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Diana Passy)

Em seguida, visite o Monumento dos Descobrimentos, uma caravela de 52 metros de altura que fica à beira do rio e tem um escudo de Portugal nos lados e trás a espada de uma importante dinastia. Como diversão extra, você pode encontrar uma rosa dos ventos de 50 metros desenhada no chão, um presente da África do Sul para Portugal.

Noite

Mosteiro dos Jerônimos (Foto: Flickr | CC BY-NC-ND 2.0 | Crystian Cruz)

Mosteiro dos Jerônimos (Foto: Flickr | CC BY-NC-ND 2.0 | Crystian Cruz)

Construído no século XVI, o Mosteiro dos Jerônimos foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO e também Monumento Nacional devido à sua impressionante arquitetura. Um lugar que tem uma essência especial e que impressiona muito os visitantes!

Dia 2

Manhã

Arco da Rua Augusta (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Putatriat)

Arco da Rua Augusta (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Putatriat)

Na parte norte de uma das praças mais importantes da cidade você pode ver o Arco Triunfal de Lisboa, um símbolo da cidade que se alça no horizonte. É uma parada obrigatória em qualquer viagem pela cidade!

Tarde

Catedral de Lisboa (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY 2.0 | Flavio Ensiki)

Catedral de Lisboa (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY 2.0 | Flavio Ensiki)

Uma boa opção para aproveitar a tarde é visitar a Catedral de Lisboa. Além de conhecer a catedral mais antiga da cidade, você vai conhecer sua igreja mais importante. Seu nome completo, ainda que pouco usado, é Santa Maria Maior. Ela foi reconstruída em diversas ocasiões devido aos terremotos que aconteceram em Lisboa.

Noite

Castelo de São Jorge (Wikimedia Commons | CC BY-SA 3.0 | Lrocha)

Castelo de São Jorge (Wikimedia Commons | CC BY-SA 3.0 | Lrocha)

O Castelo de São Jorge faz parte da zona nobre de Lisboa e da antiga cidadela medieval. Ele conta com 11 torres nas quais você pode passear. Esse castelo conta com restos arqueológicos que são testemunha de três períodos da história de Lisboa, uma das razões pelas quais é considerado um Monumento Nacional.

Dia 3

Manhã

Oceanário de Lisboa (Foto: Flickr | CC BY-NC 2.0 | Nuno Gomes)

Oceanário de Lisboa (Foto: Flickr | CC BY-NC 2.0 | Nuno Gomes)

Você definitivamente precisa passar uma manhã no Oceanário de Lisboa, um gigantesco aquário que fica localizado no Parque das Nações e que flutua na água! Ele conta com mais de 450 espécies e é considerado o melhor aquário da Europa – e um dos melhores do mundo. Garanto que você vai ficar encantado com o aquário central que fica parado enquanto todo o resto gira. Lá convivem arraias, peixes tropicais e tubarões.

Tarde e Noite

Parque das Nações (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Francisco Morais)

Parque das Nações (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Francisco Morais)

Durante o resto do dia, foque o roteiro no Parque das Nações, um lugar muito conhecido de Lisboa no qual há uma enorme variedade de lugares para visitar e descobrir. Lá dentro, passeie pelo Pavilhão do Conhecimento, um museu de ciência e tecnologia que tem exposições interativas. Para desfrutar o parque de cima e ir de uma ponta à outra de um jeito diferente, você pode usar o teleférico. Visite também a Torre Vasco da Gama, homenagem ao explorador português Vasco da Gama. É uma gigantesca torre de 145 metros de altura que é o edifício mais alto de Lisboa; com ela você terá uma vista panorâmica impressionante do Rio Tajo e da cidade. Por fim, passeie pela moderna Marina de Lisboa, que conta com 600 ancoradouros para iates, lugar para cruzeiros e, se você é amante da natureza – e ama principalmente as aves -, lá você pode observar os pássaros de uma maneira espetacular.

Dia 4

Conheça uma lindíssima vila portuguesa que vai te fascinar ao descobrir paisagens cheias de jardins divinos, castelos e lendas mágicas. A apenas 45 minutos de Lisboa aproximadamente, Sintra vai te surpreender. Uma vez lá, você pode se locomover caminhando ou em um pequeno micro-ônibus urbano.

Manhã

Palácio da Pena (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Pedro Szekely)

Palácio da Pena (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Pedro Szekely)

Use a manhã para conhecer o belíssimo Palácio da Pena. Ele foi construído para um excêntrico rei no século XIX como sua casa de veraneio, então dá pra imaginar como é lindo. Em seguida, visite o Castelo dos Mouros, que fica em um dos pontos mais altos da cidade e tem vista para o Oceano Atlântico, um must see em Sintra.

Tarde e Noite

Palácio da Regaleira (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Ivo Gomes)

Palácio da Regaleira (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Ivo Gomes)

A Quinta da Regaleira é um lugar que você precisa visitar em Sintra, uma mansão gótica construída pelo homem mais rico de Portugal. Seu atrativo mais icônico são os jardins que parecem com os jardins de contos. Siga para o Palácio de Monserrate, um legado do Romantismo em Portugal e uma joia arquitetônica muito próxima do Centro Histórico de Sinta. O Palácio e seu parque são tão conhecidos e belos que um dos poetas mais famosos do mundo, Lord Byron, escreveu sobre eles em um de seus livros.

Dia 5

Manhã

Museu do Azulejo (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | João Pinheiro)

Museu do Azulejo (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | João Pinheiro)

Aproveite a manhã para visitar dois museus únicos que você só encontra em Lisboa. O primeiro é o Museu Nacional do Azulejo, que conta a história do azulejo em Portugal, desde as primeira utilizações, no século XVI, até os dias de hoje. O outro é o Museu dos Carros, que tem uma coleção de carros única, com exemplares do século XVIII todos decorados e com pinturas em ouro.

Museu dos Carros (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Jason Pearce)

Museu dos Carros (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Jason Pearce)

Tarde

Elevador Santa Justa (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | cercamon)

Elevador Santa Justa (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | cercamon)

Vá ao Elevador Santa Justa. Ele tem uma vista incrível sobre a parte antiga de Lisboa, e, além disso, passear nesse elevador, desenhado por Ponsard, um discípulo de Gustave Eiffel (que desenhou a Torre Eiffel), já é uma atração por si só. Em seguida, aproveite para conhecer o Planetário Calouste Gulbekian, que tem espetáculos que explicam o movimento das estrelas e do sistema solar.

Planetário Calouste Gulbenkian (Foto: Wikimedia | Carlos Luis M C da Cruz)

Planetário Calouste Gulbenkian (Foto: Wikimedia | Carlos Luis M C da Cruz)

Noite

Portas do Sol (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Joanna Borucka)

Portas do Sol (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Joanna Borucka)

Aqui vai uma dica sobre um lugar que vai te deixar sem palavras. No Bairro de Alfama você encontra o mirador Portas do Sol, no qual você tem uma vista totalmente espetacular da cidade – e é uma boa opção para visitar durante a noite. Fora isso, o bairro é o mais antigo de Lisboa e um dos mais típicos, reconhecido por seus restaurantes e casas de fado, perfeito pra terminar a noite ao melhor estilo português.

Dia 6

Esse é o dia para descobrir Setúbal, muito conhecido como um escape perto de Lisboa e por ser o terceiro porto mais importante de Portugal – além de ser lindo.

Manhã

Parque Natural da Arrábida (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Lorenzo Lopez)

Parque Natural da Arrábida (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Lorenzo Lopez)

Com morros que ficam na borda do mar azul e vegetação de cores que cobrem a serra, o Parque Natural de Arrábida conta com uma beleza que não é comparável com nenhuma outra. É um lugar de conservação da natureza e conta com algumas espécies muito raras que só vivem ali. Desde flora e fauna subaquática ou terrestre, esse lugar tem muitas surpresas.

Tarde

Setúbal (Foto: Flickr | CC BY-NC 2.0 |Max Bashyrov)

Setúbal (Foto: Flickr | CC BY-NC 2.0 | Max Bashyrov)

Passeie pelo Bairro Histórico e vá ao Rio Sado, onde poderá ver alguns golfinhos nadando. Poderá conhecer a Igreja de Jesus, que é um dos lugares simbólicos da cidade e também o Castelo de San Felipe se tiver tempo.

Noite

Rio Sado (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Nuno Morão)

Rio Sado (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Nuno Morão)

Você pode terminar sua noite jantando um delicioso peixe recém trazido do porto nessa região. Claro, há outras opções se você não gostar muito de mariscos, mas sugiro que você caminhe pelo centro da cidade e descubra os lugares maravilhosos que a cidade tem para decidir onde jantar.

Dia 7

Tomar (Foto: Flickr | CC BY-NC 2.0 | Eduardo Neves)

Tomar (Foto: Flickr | CC BY-NC 2.0 | Eduardo Neves)

Seu último dia de viagem é perfeito para visitar a cidade de Tomar. Aproveite um dia cheio de aventuras para conhecer a capital templária de Portugal, descobrindo os mistérios que rodeiam a Ordem de Cristo, o incrível Castelo e a Fortaleza de Tomar, ambos declarados Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Reviva a época de batalhas e descobrimentos através dos olhos dos cavaleiros templários nesse escape que te deixará fascinado.

Traduzido e adaptado por , jornalista e tradutora que ama conhecer novas culturas e viajar, seja com os livros ou com a mochila nas costas. É criadora de Conteúdo no WePlann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *