Tapas, Gaudí e brunch, o melhor de Barcelona

Barcelona Park Guell

(Foto: Isabella Giordano)

Caminhar por Barcelona é suficiente para desfrutar o melhor que a cidade oferece: sua incomparável arquitetura modernista. A cidade que respira Antoni Gaudí, icônico arquiteto espanhol, encanta milhões de turistas com suas construções ousadas meio aos tradicionais edifícios de três ou quatro andares, com varais pendurados para fora da janela. No entanto, para quem pretende explorar a cidade a fundo além de perambular por suas ruelas, vale ressaltar as melhores atrações para conhecer e outro importante elemento, a gastronomia. Além da arte, o estômago certamente vai fazer com que você queira voltar muitas vezes a esse belo destino europeu.

Começando pela arquitetura, mesmo que a lista de obras imperdíveis de Gaudí seja bastante manjada, vale destacar algumas atrações porque você vai se arrepender se deixar de conhecê-las:

#1 Casa Batlló: seja um ângulo que melhore a incidência da luz, uma dobra que acompanhe a ergonomia das mãos ou um ladrilho que represente algum elemento da natureza, a Casa Batlló é uma obra de arte inteligente, muito à frente do seu tempo. Lar do industrial têxtil Josep Batlló Casanovas, a Casa foi reformada pelo arquiteto entre 1904 e 1906. Ao passear pela construção com o audioguia interativo, você entenderá as diversas referências que Gaudí utilizava para criar. Grande observador da natureza, ele procurava atrelar questões como luminosidade e circulação do ar ao design e à estética. Para visitar a Casa, compre seus ingressos com antecedência e evite as longas filas!

weplann_blog_pt_30nov_1-1

#2 Sagrada Família: um templo ao estilo gótico e bizantino, repleto de vitrais coloridos que iluminam o seu interior com delicadeza. É surpreendente o nível de detalhamento, desde os insetos moldados nos portões de ferro às compridas torres e seus adornos. Uma famosa frase de Gaudí (que também era um homem religioso) expõe uma de suas fontes de criatividade: “Dios inspira, solo hay que dejarse guiar” ou “Deus inspira, você só precisa se deixar guiar”. Dizem que esta foi a obra de sua vida, pois levou mais de 40 anos para projetá-la e sua construção, para espanto de muitos, está em andamento até hoje. É necessário comprar a sua entrada com antecedência para visitar a Sagrada Família e não há nada como fazer o passeio acompanhado por um guia especializado!

#3 Casa Milà (conhecida também como La Pedrera): a Casa Milà recebe este nome porque foi encomendada pelo industrial Pere Milà i Camps e sua esposa Rosario Segimon i Artells – e ganha o apelido de La Pedrera por seu exterior se assimilar a uma pedreira. A ideia de Milà era viver no edifício e alugar os apartamentos restantes. A mansão, 1906 and 1912, acabou tornando-se patrimônio mundial pela UNESCO em 1984. Assim como as outras obras de Gaudí, exalta beleza, funcionalidade e ousadia. Dê uma espiadinha no que te espera:

#4 Park Güell: esta foi uma das encomendas do empreendedor Eusebi Güell a Gaudí, que também eram grandes amigos. O parque é tão grande que, se você tiver tempo, vale a pena fazer a visita em dois dias para conhecer a tanto a sua área pública quanto a área privada. Algumas das obras mais conhecidas do arquiteto ficam ali, como a Sala Hipóstila com suas 86 colunas e um teto decorado com mosaico e o Teatro Griego (ou Plaza de la Naturaleza), área plana pensada para receber espetáculos e que você provavelmente já viu em fotos. Sabe os bancos repletos de cacos coloridos de ladrilhos? Eles ficam lá! Os ingressos esgotam rápido, então não deixe de comprá-los com antecedência.

Leia mais sobre Gaudí nesse post: Tour Gaudí: a rota do Modernismo em Barcelona

Agora é hora de falar sobre comida! Em Barcelona, há duas opções imperdíveis para comer bem. Seguindo o lado mais tradicional, você deve tapear – como eles dizem. Isso significa compartilhar diversas tapas (os nossos famosos petiscos ou porções) com amigos. Além de serem saborosas e muito culturais, têm um super custo benefício. A segunda alternativa, que é mais recente e está super na moda, é comer um delicioso brunch com direito a tudo. Igualmente, por um preço acessível. Gostou? Então anota as dicas, que foram todas testadas e aprovadas:

(Foto: Isabella Giordano)

(Foto: Isabella Giordano)

# 1 Can Paixano (conhecida popularmente como La Xampanyeria ou apenas La Xampa): aqui você vai provar a melhor cava de Barcelona! E se você está se perguntando o que é cava, eu explico. É um tipo de champanhe brut (branco, mais seco) ou rosé (rosa, mais doce). A cava é servida em clássicas taças e custam centavos. Para acompanhar, você pode escolher entre tapas e entrepans. As minhas recomendações do que pedir são as croquetas (croquete de batata com frango), patatas bravas (batatas com molho picante de tomate e alho), fuet (salaminho típico) e entrepan de jamón y queso (sanduíche de presunto cru e queijo). Ali, você fica em pé, pois não há mesas e nem cadeiras, rodeado por locais e turistas. Ah! E para completar, a dica de ouro: chegue cedo, pois o bar fecha cedo e fica bem lotado!

Endereço: Carrer de la Reina Cristina, 7

# 2 Ciudad Condal (ou Ciutat Comtal em catalão): aqui você pode sentar para comer, mas talvez tenha que esperar em um fila pois este lugar é muito famoso – inclusive entre os espanhóis. Peguei a dica no blog Viagem e Gastronomia e assino em baixo. A qualidade da comida, a variedade de opções e o clima super tradicional do local dão o tom da experiência gastronômica inesquecível que você vai vivenciar. Os garçons e garçonetes acumulam anos na casa, que conta com balcões de madeira e uma decoração vintage. Peça uma cerveja e uma seleção de tapas, você vai se deliciar! Seguem as recomendações: croissant de queso con jamón (mini sanduíche de croissant, queijo e presunto cru); tortilla de patatas (uma espécie de panqueca de ovos e batatas); pimentão vermelho, berinjela e queijo de cabra (as verduras vem cortadinhas, com um disco de queijo por cima); champiñones laminados (champignon fatiado); paella com tinta de lula e muito mais.

Endereço: Rambla de Catalunya, 18

weplann_blog_pt_30nov_4-1

# 3 Federal Café: um lugar delicioso para tomar um café da manhã tardio. Além de contar com mesas compartilhadas, em que você tem a chance de conversar com a pessoa ao lado, oferece um menu com itens orgânicos, frescos e muito saborosos – e pães fantásticos. Ovos pochê, torradas com abacate, bacon e cogumelos, panquecas com frutas, iogurte e granola, tortas, cookies, smoothies, sucos e um café excelente. Não deixe de conhecer.

Endereço: Carrer del Parlament, 39

# Bloom: este é outro lugar incrível para comer um brunch completo! Sanduíches, panquecas e até mesmo a cesta de pães e geleias da casa, tudo é muito bem feito. Por isso, vá com fome e com alguns amigos para conseguir provar um pouco de tudo. Os pães, principalmente, vão te deixar com vontade de voltar para lá várias vezes. E se conseguir, sente-se nas cadeiras dispostas na calçada e curta um solzinho enquanto desfruta essa refeição caprichada. Você vai se sentir como um personagem de filme!

Endereço: Carrer d’Aribau, 31

Bom apetite e boa diversão! 😉

Você tem mais dicas? Compartilhe conosco, uma dica boa sempre vale muito para nossa próxima viagem!  E se quiser confira nossos roteiros de viagem a Barcelona:

Escrito por . Cidadã do universo, jornalista e escritora, que ama qualquer tipo de viagem e comida. É criadora de Conteúdo no WePlann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *