Conhecendo Queens, Brooklyn, Bronx e Nova Jersey em uma manhã

Grafite no Bronx, em Nova York (Foto: Natália Grandi)

Grafite no Bronx, em Nova York (Foto: Natália Grandi)

A maior parte das atrações turísticas de Nova York fica na ilha de Manhattan. Mas essa é uma pequena parte do que a cidade realmente é. Se você gosta de entrar em contato com a essência das cidades que visita, você precisa visitar os lados menos turísticos, que mostram como as pessoas vivem. Quando visitei Nova York pela última vez, fiz um tour chamado “Contrastes”, que mostra áreas conhecidas que não são necessariamente turísticas (Queens, Brooklyn, Bronx e Nova Jersey). Queria contar para vocês um pouco dessa experiência, que foi uma das minhas partes preferidas da viagem!

O tour é guiado em espanhol, feito em uma van que sai de Manhattan. Você será buscado no seu hotel, ou então dirigido para o hotel mais próximo para ser buscado. Uma vez que todos são buscados, o tour segue rumo para Nova Jersey. Nesse trajeto, o motorista, que é também o guia, foi contando um pouco sobre a história de Nova York e os pontos de interesse pelos quais nós passávamos.

A primeira parada foi em Weehawken, um distrito do estado de Nova Jersey. É uma das vistas mais lindas que eu já vi, já que dá pra ver o skyline de Nova York e seus arranha-céus imensos à distância.

Skyline de Nova York visto de Weehawken, Nova Jersey, com arranha-céus ao fundo, ao nascer do sol (Foto: Natália Grandi)

Skyline de Nova York visto de Weehawken, Nova Jersey (Foto: Natália Grandi)

Muitos dos habitantes de Nova Jersey trabalham em Nova York, por isso o estado é bem relevante para entender mais sobre a vida dos nova-iorquinos. O guia nos contou várias curiosidades, entre elas as diferenças entre as leis e culturas dos dois estados. Sabia que em Nova Jersey, diferente de Nova York, não há impostos sobre as roupas?

Em seguida, atravessamos a George Washington Bridge rumo ao Bronx para a segunda parada do tour, o Yankee Stadium. Quem gosta de beisebol já ouviu falar deste estádio, que é a casa do New York Yankees. Nesta parada, nós não chegamos a entrar no estádio, mas pudemos tirar fotos do lado de fora.

Yankee Stadium, no Bronx (Foto: Natália Grandi)

Yankee Stadium, no Bronx (Foto: Natália Grandi)

O passeio pelo Bronx continua por ruas diferentes do distrito, com mais oportunidades de fotos. O guia nos contou que o grafite é ilegal em Nova York, sendo assim, não é tão comum ver pinturas nos muros da cidade. Mas foi no Bronx que nasceu o Hip-Hop, que engloba também o grafite. Por isso, essa é uma área que tem muitos grafites que contam a história de pessoas que viveram por lá.

Grafite no Bronx, em Nova York (Foto: Natália Grandi)

Grafite no Bronx (Foto: Natália Grandi)

O próximo destino é o distrito do Queens. Passamos por vários bairros, inclusive alguns com casas enormes e super luxuosas. Como diz o nome do próprio tour, é uma experiência que mostra bem os contrastes de Nova York. Fomos desde regiões mais pobres e historicamente marginalizadas, como o Bronx, distrito que era majoritariamente habitado por negros, para áreas mais ricas, em que moram pessoas influentes. A imagem que se tem do Bronx é que é uma região bem perigosa. Os grafites, inclusive, mostram o porquê disso: muitos deles contam a história de pessoas que foram baleadas em brigas de gangues ou conflitos com policiais. Mas hoje em dia o bairro não é perigoso como antes.

No Queens, fizemos uma parada no Flushing Meadows-Corona Park, um parque que abriga a Unisphere, um enorme globo terrestre feito de aço. O parque é bastante arborizado, dá pra tirar fotos lindas lá!

Unisphere do Flushing Meadows-Corona Park, no Queens, Nova York (Foto: Natália Grandi)

Unisphere do Flushing Meadows-Corona Park (Foto: Natália Grandi)

A última parte do tour passa pelo Brooklyn, que abriga a maior comunidade judaica ortodoxa fora da Israel. O Brooklyn é bem grande, então passamos apenas por uma parte dele. Esse distrito tem muitas coisas interessantes para ver, restaurantes deliciosos e atrações famosas. Ao final do tour, você pode escolher se quer ser deixado em Manhattan ou se quer ficar no Brooklyn para explorar a região. Uma das coisas que dá pra fazer escolhendo ficar no Brooklyn é atravessar a Brooklyn Bridge, uma das atrações clássicas de Nova York!

Este vídeo mostra brevemente como é feito o tour na van e as explicações do guia:

 

Bom, o que eu achei do tour? Eu recomendo muito! Foi uma oportunidade ótima de ver coisas e conhecer áreas de Nova York que eu não teria conhecido sozinha. Sozinha, eu não saberia o que visitar, e não teria conhecido toda a história que o guia nos contou durante o passeio. Além do mais, ganhei algumas fotos incríveis! Você pode reservar seu lugar no tour pelo Queens, Brooklyn, Bronx e Nova Jersey aqui.

Tem dúvidas? Já visitou esses lugares? Deixe seu comentário abaixo e ajude outros viajantes!

Escrito por Natália Grandi, jornalista e tradutora que ama conhecer novas culturas e viajar, seja com os livros ou com a mochila nas costas. É criadora de Conteúdo no WePlann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *