Visita guiada à Casa Batlló: um espetáculo de luzes, cores e formas

Casa Batlló, Antoni Gaudí, Barcelona.

Telhado da Casa Batlló, de Antoni Gaudí, em Barcelona

Se há um nome que se associa diretamente à Barcelona, não há dúvidas que seria Antoni Gaudí. O arquiteto coloriu e moldou a cidade, proporcionando uma sensação vibrante de otimismo suas ruas. Percursor do modernismo na capital catalã, ele surpreendeu e bagunçou Barcelona com uma de suas primeiras obras, em 1904: a Casa Batlló. Para desvendar os seus segredos, a equipe WePlann mergulhou na história deste edifício. Quer conhecê-lo também? A gente te conta tudo!

Nos dirigimos à Casa Batlló, onde nos entregaram um vídeo audioguia interativo. É um ótimo recurso para te ajudar a conhecer melhor a história da casa e a entrar na mente de Gaudí. Com ele, você compreenderá as formas orgânicas que constituem o edifício. O suporte do aparelho é uma espécie de tablet, bem simples de usar. Basta clicar na faixa de áudio correspondente a sala em que estiver visitando e apontar o eletrônico pelos arredores. Você verá na telinha como a Casa Battló era quando tinha mobílias, além de descobrir o porquê das formas em suas paredes, escadas e muros.

Fachada da Casa Batlló, de Antoni Gaudí, em Barcelona.

Fachada da Casa Batlló, de Antoni Gaudí, em Barcelona

A casa foi idealizada em torno de um elemento principal, a água. Desde a fachada até as decorações buscam reproduzir a luz, as formas e cores da água. A fachada da Casa Batlló, por exemplo, é inspirada em nenúfares (plantas aquáticas como o lírio de água ou a vitória-régia). As suas cores, que proporcionam uma impressão de profundidade, mudam de tonalidade com o reflexo do sol. Dessa forma, buscam simular as ondas que seriam provocadas se uma pedra fosse jogada na água de um lago repleto de nenúfares.

Já o pátio interior do edifício conta com um degradê vertical de tons de azul, do celeste ao cobalto. Simulando as cores do oceano em diferentes profundidades, a técnica também garante mais amplitude ao espaço. O terraço, por sua vez, é ‘coroado’ por um dragão e funciona como o ponto de encontro para todos os sistemas de ventilação do edifício. Todas as lareiras são decoradas com os inconfundíveis trencadís, mosaicos compostos por restos de cerâmica descartados pela fábrica Pujol i Bausis. Esses mosaicos criam um efeito luminoso, como um caleidoscópio, com formas estranhas e cores brilhantes que ganham vida ao refletirem os raios de sol.

Detalhes do telhado da Casa Batllo em Barcelona.

Detalhes do telhado da Casa Batllo em Barcelona

No entanto, essa homenagem ao mar não se encontra apenas nas áreas principais do edifício. Ela também está presente nos vitrais das janelas, adornados por bolhas de ar e tons de lilás, verde e azul; na decoração do teto, que simula um turbilhão; e nas paredes recobertas por trencadís, que remetem ao brilho das escamas de peixe com o bater da luz. A casa inteira está repleta de formas e ondulações marinhas. Um lugar único, que deve compor o seu roteiro de viagem.

Agora que você já sabe porque a Casa Batlló é um must se você for a Barcelona, compre já a sua entrada para evitar longas filas!

E se você conhece o local, não deixe de compartilhar mais curiosidades nos comentários!

Escrito por WePlann. Reserve incríveis experiências de viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *