Roteiro: 3 dias em Lisboa

Lisboa (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC 2.0 | Robert S. Donovan)

Que tal conhecer uma das capitais que influenciou a cultura brasileira? Lisboa, além de linda, tem uma arquitetura riquíssima, lindas construções e aquele toque de realeza deixado pela monarquia. Se você vai ficar apenas três dias na capital de Portugal, confira o nosso roteiro com as melhores atrações e coisas que você não pode deixar de fazer! (Confira também nosso itinerário de 1 dia).

Dia 1   

Manhã

Torre de Belém (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 |  Paulo Valdivieso)

Torre de Belém (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Paulo Valdivieso)

Comece sua viagem visitando a torre defensiva de entrada a Lisboa, a Torre de Belém. Aproveite vistas incríveis de lugares icônicos da cidade, como o Mosteiro dos Jerônimos, o Monumento dos Descobrimentos, o Rio Tajo e a Ponte 24 de Abril dessa belíssima construção.

Tarde

Monumento dos Descobrimentos (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Diana Passy)

Monumento dos Descobrimentos (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Diana Passy)

Às bordas do rio se encontra o Monumento dos Descobrimentos, que, com 52 metros de altura e forma de caravela, tem o escudo de Portugal dos lados e a espada da Dinastia Avís na parte de trás. Se caminhar ao norte desse monumento, você encontrará um presente da África do Sul para Portugal: uma impressionante rosa dos ventos de 50 metros desenhada no chão.

Noite

Monastério dos Jerônimos (Foto: Flickr | CC BY-NC-SA 2.0 | Oscar Moreno)

Mosteiro dos Jerônimos (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Oscar Moreno)

Siga sua viagem visitando o Mosteiro dos Jerônimos, uma autêntica obra arquitetônica, tão especial que é considerada tanto Monumento Nacional como Patrimônio Mundial pela UNESCO. Para ser classificado dessa forma, pode ter certeza que é um lugar lindo que você precisa conhecer!

Dia 2       

Sintra é uma encantadora cidade portuguesa que fica muito perto de Lisboa e foi declarada Patrimônio da Humanidade desde 1995. O trajeto até a vila é de aproximadamente 20 minutos de carro e 35 minutos de trem. Uma vez em Sintra, você pode se locomover caminhando ou por meio de um micro-ônibus urbano. Você vai se sentir transportado a um conto quando descobrir seus castelos e paisagens cheias de jardins. São tantos lugares belos para visitar que um dia vai parecer pouco, mas nós temos uma lista com as principais atrações da cidade:

Manhã

Palácio da Pena (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Pedro Szekely)

Palácio da Pena (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Pedro Szekely)

Comece o dia visitando o Palácio da Pena, uma parada obrigatória a qualquer visita a Sintra. Ele foi construído no século XIX por um excêntrico rei para ser a residência de verão de monarcas portugueses e nobres – então dá pra imaginar como é bonito. Além de admirar o incrível palácio, você pode visitar o museu que se encontra lá para conhecer um pouco mais sobre a sua história.

Castelo dos Mouros (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | All About Portugal)

Castelo dos Mouros (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | All About Portugal)

Continue a manhã visitante o Castelo dos Mouros, uma atração turística que fica em um dos cumes mais altos da cidade, com uma vista privilegiada do Oceano Atlântico. É um autêntico castelo de conto de fadas às orelhas do mar e do bosque, com muralhas que se perdem no meio das árvores.

Tarde

Palácio da Regaleira (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Ivo Gomes)

Palácio da Regaleira (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Ivo Gomes)

Você pode facilmente chegar caminhando à Quinta da Regaleira (também conhecida como Palácio da Regaleira), uma extravagante mansão gótica construída por um homem que já foi o mais rico de Portugal. Um dos seus maiores atrativos são os incríveis jardins que contam com um elaboradíssimo sistema de túneis escondidos e também símbolos secretos.

Noite

Palácio de Monserrate (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC 2.0 | Turist of the World)

Palácio de Monserrate (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC 2.0 | Turist of the World)

Para terminar o dia, visite o Palácio de Monserrate, uma das mais belas criações arquitetônicas do Romantismo português. Ele fica muito perto do que é o Centro Histórico de Sintra e tem também um parque, que é um dos mais bonitos jardins botânicos do país. Um dos seus visitantes mais famosos foi Lord Byron, que descreveu sua beleza em ‘A Peregrinação de Childe Harold’ (mas melhor que ler sobre elas é visitá-las, não?).

Dia 3

Manhã

Arco da Rua Augusta (Foto: Flickr | Creative Commons - CC BY-NC-SA 2.0 | Putatriat)

Arco da Rua Augusta (Foto: Flickr | Creative Commons – CC BY-NC-SA 2.0 | Putatriat)

Na parte norte da Praça do Comércio, você encontra um majestoso e monumental ícone de Lisboa, o Arco Triunfal da Rua Augusta. Esse arco de estilo neoclássico marca o horizonte de Lisboa e é um dos lugares simbólicos da cidade. Passeie pela praça e conheça todos os seus cantos.

Tarde

Catedral de Lisboa (Foto: Wikimedia Commons | Creative Commons - CC BY 2.0 | Flavio Ensiki)

Catedral de Lisboa (Foto: Wikimedia Commons | Creative Commons – CC BY 2.0 | Flavio Ensiki)

Siga para a Catedral de Lisboa, também conhecida como a ‘Sé de Lisboa’, a igreja mais antiga da cidade. Foi construída quando o primeiro rei de Portugal conquistou a cidade e tem um estilo arquitetônico romântico. Com o tempo, foram adicionados detalhes góticos e barrocos.

Noite

Castelo de São Jorge (Wikimedia Commons | CC BY-SA 3.0 | Lrocha)

Castelo de São Jorge (Wikimedia Commons | Creative Commons – CC BY-SA 3.0 | Lrocha)

Para finalizar sua visita a Lisboa, visite um dos monumentos mais conhecidos da cidade, o Castelo de São Jorge. Ele foi construído no século X e restaurado em 1938. O castelo conta com um pequeno museu, um restaurante e um bar. Passeie com tranquilidade pelas suas 11 torres e descubra a história de Lisboa ao explorar todos os cantos desse lugar! Para finalizar a noite, não deixe de provar um dos típicos pastéis de Belém!

Traduzido e adaptado por , jornalista e tradutora que ama conhecer novas culturas e viajar, seja com os livros ou com a mochila nas costas. É criadora de Conteúdo no WePlann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *